A FAEPOL SOCIAL

 

A atividade policial é reconhecidamente uma das profissões mais perigosas que existem. Os riscos que todos nós corremos diariamente em nossas ações são, certamente, objeto de preocupação de nossos familiares e amigos. Por isso, em cumprimento ao que está previsto em seu estatuto, a diretoria da FAEPOL decidiu atuar na assistência social a policiais feridos em atividade.​

Nas palavras do vice-presidente da FAEPOL:

“A assistência social ao policial ferido em serviço é a mais nobre das competências previstas no Estatuto da Fundação e, por isso, devemos envidar esforços para que parte de seus recursos sejam empregados na solidariedade àqueles que foram atingidos na defesa da sociedade” – Dr. Adilson Palacio / Vice-presidente da FAEPOL.

Apenas como exemplo, recentemente, o policial WERTHER DE ALBUQUERQUE LIMA JÚNIOR foi ferido após troca de tiros com marginais no município de Rio das Ostras, na Região dos Lagos. Como resultado dos ferimentos, teve que se submeter a uma nova cirurgia para implantação de uma prótese ocular.

Assim que a diretoria da FAEPOL tomou conhecimento das necessidades clínicas do referido policial, imediatamente entrou em contado com seus familiares e garantiu todo o apoio para auxiliar nos custos da cirurgia e colocação da prótese.

No último dia 08 de setembro, WERTHER DE ALBUQUERQUE LIMA JÚNIOR se submeteu ao procedimento cirúrgico e encontra-se em plena recuperação.